Dores e lesões mamilares durante a amamentação

A incidência de dor mamilar e lesões mamilares variam de 34% a 96% em mulheres que amamentam. O mau posicionamento e pega incorreta do bebê no seio é um dos motivos para esta complicação. Em estudos feitos para avaliar o uso de cremes, pomadas, óleos para redução da dor, não houve melhora suficiente para recomendar o uso destes produtos para tratamento de dor nos mamilos.

 

Qualquer ruptura na pele do mamilo, pode levar a predisposição de infecções fúngicas e bacterianas. Adotar algumas medidas como: Manter a região dos seios arejada, com proteção de coxins de tecido, higienizar os seios com o próprio leite materno podem prevenir a infecção e ajudar a cicatrizar as lesões.

 

Geralmente após 7 a 10 dias após o parto, a dor diminui e com a correção da posição e a pega do bebê as lesões vão cicatrizar.

 

Qualquer dúvida ou dificuldade com a amamentação, entre em contato.

 

Abraço,

 

Michele Ferreira

 

Enfermeira Neonatal/ Consultoria em Amamentação e sono do bebê

 

Coren RS 156370